Seja

Amigo

Inhotim 15 Segundos

15 Segundos: Cildo Meireles

Importante nome da arte contemporânea mundial e na história do Instituto, Cildo Meireles estreia em 04 de março no Inhotim 15 Segundos. O projeto, que convida artistas de acervo do Inhotim a desenvolverem obras para formatos digitais e expandir os limites físicos do museu, abre a temporada 2022 com um novo trabalho da conhecida série do artista: Inserções em circuitos ideológicos” (1970).  

No início da década de 1970, Cildo deu início ao conjunto de intervenções que marcou, em definitivo, a experiência da arte conceitual no Brasil. O trabalho consistia na inserção de mensagens potencialmente subversivas em objetos associados à circulação de mercadorias e valores. Intitulada “Inserções em circuitos ideológicos” (1970), a obra se desdobrou em duas séries distintas: “Coca-Cola” e “Cédula” (1970-1976).  

Nesta terceira edição do projeto 15 segundos, Cildo Meireles apresenta Marielle Franco (2021), um trabalho em homenagem  à socióloga, ativista e vereadora, e Anderson Gomes, motorista, ambos assassinados em 2018 no Rio de Janeiro. 

A exibição acontece a partir do dia 04 de março nos painéis eletrônicos de Belo Horizonte, em parceria de mídia com a Fredizak,  e no stories do Instagram do Inhotim. 

Em sua primeira edição, em 2020, o projeto apresentou o trabalho Primeira Página (2020), da artista Marilá Dardot. Já em 2021, exibiu a obra Primeiro Amor (2005 – 2021) da artista Rivane Neunschwander. Veja nos destaques do nosso Instagram. 

Inhotim 15 Segundos

15 Segundos: Cildo Meireles

Na edição de 2021, Rivanne Neuenschwander exibiu o trabalho "Primeiro Amor" (2021) nos painéis digitais e stories do Inhotim. Foto: Área de Serviço

04/03

Inhotim 15 Segundos: Cildo Meireles

Painéis digitais em Belo Horizonte e no nosso Instagram.

Mapa

Hoje

Busca