Perguntas Frequentes - Inhotim

Seja

Amigo

Perguntas Frequentes

Veja aqui as dúvidas mais comuns entre os visitantes
e programe seu passeio!

  • Qual o horário de funcionamento?

    Sexta-feira, das 9h30 às 16h30.
    Sábados, domingos e feriados, das 9h30 às 17h30.

  • Quanto custa o ingresso?

    O valor do ingresso é R$ 44 (inteira) e R$ 22 (meia). Você também pode adquirir passaportes promocionais para dois ou três dias de visita. Garanta o seu ingresso ou passaporte.

  • Como adquirir meu ingresso?

    O Inhotim atende uma capacidade máxima de visitantes, que neste momento é de 500 pessoas. Os ingressos devem ser adquiridos on-line pela plataforma Sympla, bilheteria oficial da instituição. Garanta sua entrada com a compra do ingresso antecipado.

  • Qual o dia de entrada gratuita?

    Agora, a entrada gratuita acontece em toda última sexta-feira de cada mês, exceto em feriados. As entradas gratuitas devem ser reservadas antecipadamente on-line pela Sympla.

  • Tenho direito a meia-entrada?

    A meia-entrada é garantida para estudantes, idosos com 60 anos ou mais, crianças de 6 a 12 anos, pessoas com deficiência (com direito à meia-entrada para acompanhante), professores das redes formais pública e privada. Veja a lista completa de quem tem acesso ao benefício e saiba mais.

  • Qual a diferença entre ingresso e passaporte?

    Os passaportes são indicados para quem quer visitar o Inhotim por 2 ou 3 dias. Assim, você garante a entrada e paga um valor menor do que se comprasse os ingressos avulsos. Garanta o seu ingresso on-line.

  • Como faço para cancelar ou trocar a data do meu ingresso?

    A compra de ingressos para entrada ao Inhotim é realizada inteiramente pelo site da Sympla, assim como todo o procedimento de troca ou cancelamento. Para alterar a data de visitação, é necessário efetuar o cancelamento da compra e a escolha da nova data de visita. Caso necessite de ajuda, entre em contato com a equipe de suporte da Sympla.

  • Qual o horário de funcionamento dos pontos de alimentação?

    Cada ponto de alimentação possui um horário de funcionamento diferente. O restaurante Oiticica, por exemplo, funciona das 12h às 16h. Para saber o horário de funcionamento de todos, veja Onde Comer.

  • Pode fazer piquenique no Inhotim?

    Pensando na conservação de jardins e galerias, infelizmente não é permitido fazer piqueniques por aqui e a entrada com alimentos e bebidas não é autorizada. Use um dos pontos de alimentação para lanches e almoços. Confira as regras de visitação.

  • Como chegar no Inhotim?

    De carro, você pode seguir pela Rodovia BR-381 ou pela Rodovia BR-040 (passando por Piedade do Paraopeba ou pelo Topo do Mundo). Veja aqui qual é a melhor opção para você.

     De ônibus, existem atualmente dois serviços de transfer para chegar ao Inhotim, saindo de Belo Horizonte. Para saber mais sobre informações, valores e agendamentos, clique aqui.

  • Como funciona o transporte interno?

    O transporte interno é um serviço oferecido para auxiliar a visitação aos pontos mais altos e distantes do Inhotim. São duas opções: pegar o transporte em rotas predeterminadas ou o transporte exclusivo, onde um condutor acompanha você durante todo o horário de funcionamento ou pelo período de 1 hora. Consulte preços e forma de agendamento do seu carrinho aqui.

  • Qual o horário do serviço de transporte interno?

    O serviço funciona a partir das 10h e encerra às 16h nas sextas-feiras e às 17h nos sábados, domingos e feriados. Consulte aqui a disponibilidade do serviço.

  • Como faço um ensaio fotográfico no Inhotim?

    Para saber mais sobre ensaios fotográficos e realizar seu agendamento, acesse as regras de visitação ou envie um e-mail para info@inhotim.org.br.

  • Como faço um evento no Inhotim?

    Para saber mais sobre eventos e realizar seu agendamento, acesse as regras de visitação ou envie um e-mail para info@inhotim.org.br.

  • Sou da imprensa e gostaria de fazer uma matéria sobre o Inhotim. Como faço?

    Envie um e-mail com sua proposta para imprensa@inhotim.org.br ou acesse a Sala de Imprensa para mais informações.

  • Fiz fotos do Inhotim e gostaria de enviar para vocês. Como faço?

    É só enviar um e-mail com as imagens para comunicacao@inhotim.org.br. Se publicá-las nas mídias sociais, marque o @inhotim!

  • O Inhotim tem guarda-volumes?

    Devido aos novos procedimentos de funcionamento, o serviço de guarda-volumes não está disponível no momento. Veja todos os Protocolos para o Covid-19.

  • Pode entrar com animais no Inhotim?

    Pensando na conservação dos jardins e das galerias e na experiência de visitação, não é permitido entrar com animais de estimação, exceto cães-guia para acompanhamento de pessoas com deficiência visual. Veja as demais regras de visitação.

  • Pode entrar com bicicleta/patinete/skate no Inhotim?

    Não é permitida a entrada com bicicletas, patinetes, patins e outros equipamentos esportivos no Inhotim para conservação dos jardins e das galerias. Fique por dentro das regras de visitação.

  • É permitido entrar com veículos dentro do Inhotim?

    O Inhotim disponibiliza estacionamento para os visitantes, mas o deslocamento nas áreas de visitação é feito a pé ou por meio do serviço de transporte interno, que pode ser adquirido à parte. Veja como agendar o seu carrinho.

  • Posso levar instrumentos musicais para tocar dentro do Inhotim?

    O Inhotim não permite a entrada com instrumentos musicais.

  • O Inhotim disponibiliza cadeira de rodas?

    Sim, o Instituto disponibiliza cadeiras de rodas para empréstimo. O serviço está sujeito a disponibilidade e a consulta deve ser feita no balcão da recepção. Veja aqui as ações de acessibilidade de Inhotim.

  • Vocês indicam hotéis e pousadas na região?

    Sim, veja Onde Ficar em Brumadinho ou em Belo Horizonte.

  • Como faço para expor minhas obras no Inhotim?

    O Inhotim conta com uma curadoria responsável pelo acervo artístico, que investiga e define a coleção do museu e as exposições realizadas. Para dúvidas, envie um e-mail para curadoria@inhotim.org.br e acesse a página sobre Arte Contemporânea.

Hoje