Instalação Archives - Inhotim

Seja

Amigo

Cosmococa/CC2 Onobject

No início dos anos 1970, Hélio Oiticica trabalhou com o cineasta Neville D’Almeida na criação de uma série de cinco instalações pioneiras (Quasi-Cinemas), conhecidas como BLOCO-EXPERIÊNCIAS in COSMOCOCAS – Programa in Progress. O nome Cosmococa, inventado por Neville, é derivado da palavra “cocaína” – psicoativo que altera o estado da mente, usado aqui como maquiagem … Continued

sem título, da série Marionettes

Personagens fictícios ou imaginários são recorrentes na produção de Tunga. Na obra, sem título (2010), que integra a série Marionettes, cabos de aço desenham a silhueta de uma figura humana e formam uma rede, preenchida por grandes cristais de quartzo que dão volume a esse corpo. Esse corpo de cristais está suspenso no espaço por … Continued

Tereza

Tereza (1998) foi realizada pela primeira vez em 1998, no Museu Nacional de Belas Artes (Rio de Janeiro), onde o artista reuniu um grupo de homens, que fizeram tranças usando pedaços de cobertores e fios de cobre. A ação fazia referência à técnica usada por presidiários para construir cordas grandes e fortes o suficiente para … Continued

sem título

Na obra sem título (2001), o ponto inicial é uma grande placa de ferro que cobre a parede e se estende para o espaço pelo chão. Nela, um conjunto grande de ímãs em pedaços está agrupado lembrando a forma de um tacape (arma indígena). No chão, sobre a superfície de metal, uma grande bengala reúne … Continued

sem título

Na produção de Tunga, as redes, reais ou virtuais, são recorrentes: redes de deitar, redes de pesca, redes de conexão entre corpos e coisas, redes que aprisionam ou que suspendem. Nessa obra, sem título foi desenvolvida entre 2012 e 2016, trinta redes ocupam a área externa da galeria, presas nas árvores do entorno e na … Continued

Prole do Bebê

Em Prole do Bebê (2000) cada peça tem um formato diferente, são formas orgânicas, quase ameboides, denominadas  por Tunga como “mondrongos”, seres estranhos. Esses corpos individuais e independentes, têm em sua superfície protuberâncias e cavidades, que aludem à sexualidade. Feitas em fibra de vidro, as peças estão cobertas por maquiagem, como resquício e memória da … Continued

Psicopompo Cooking Crystal

Em Psicopompo Cooking Crystal (2010) observa-se a construção de uma imagem que parece ser um instante retirado do contexto de uma história maior, que não conhecemos. O portal de ferro e aço está aberto e sua porta está coberta por ímãs. Portais são, em uma leitura mística, a representação de momentos de transformação energética, assim … Continued

Palíndromo Incesto

Palíndromo Incesto (1990-1992) foi exposta na mostra “Latin American Artists of the Twentieth Century” (Artistas Latino-americanos do Século 20), que circulou por instituições europeias e terminou no MoMA – Museum of Modern Art de Nova York, em 1993. O seu título aponta importantes chaves de leitura. Um palíndromo é uma palavra ou frase que quando … Continued

Nociferatu Spectrum

Em Nociferatu Spectrum (1999), as cortinas brancas afastam do olhar a interferência do entorno sem perder a claridade da galeria. A grande bancada de espelho abriga dezenas de peças de vidro soprado, agrupadas em conjuntos monocromáticos. Formas côncavas e convexas, como sinos, cumbucas e taças, parecem mais ou menos frágeis de acordo com sua transparência … Continued

sem título

Na obra, sem título (1999), uma placa de vidro no chão serve de base para objetos que remetem à dualidade: transparência e opacidade, leveza e peso, delicadeza e brutalidade. As taças e recipientes de vidro, íntegros ou quebrados, se articulam com pedaços de esponja marinha e peças em ferro e chumbo. Uma delas é uma … Continued

Hoje