Marilá Dardot - Inhotim

Seja

Amigo

Marilá Dardot

Belo Horizonte, Brasil, 1973 – vive na Cidade do México, México

Obra A origem da obra de arte, 2002, de Marilá Dardot,. Acervo de arte contemporânea do Inhotim
Marilá Dardot, A origem da obra de arte, 2002, [detalhe], 150 vasos de cerâmica em forma de letras, terra, sementes e instrumentos de jardinagem, dimensões variáveis. Foto: Pedro Motta

<div class=

Marilá Dardot teve a sua formação inicial em comunicação social na Universidade Federal de Minas Gerais, e cursou artes plásticas na Escola Guignard (Belo Horizonte), entre os anos de 1997 a 1999. A sua produção lida constantemente com a linguagem e a literatura, reúne vídeos, fotografias, gravuras, esculturas, pinturas, ações, instalações e site-specifics. Alguns trabalhos trazem no título referência a autores e obras literárias e filosóficas, enquanto outros usam a forma do livro e a construção de espaços como bibliotecas, com acesso ao público.

Há ainda obras que partem de coleções de frases e palavras que a artista mantém ao longo dos anos. Entre as suas exposições mais importantes estão participações na Bienal de São Paulo e na Bienal de Havana (Cuba).

<!-- wp:image {
Obra A origem da obra de arte, 2002, de Marilá Dardot,. Acervo de arte contemporânea do Inhotim
Marilá Dardot, A origem da obra de arte, 2002, [detalhe], 150 vasos de cerâmica em forma de letras, terra, sementes e instrumentos de jardinagem, dimensões variáveis. Foto: Pedro Motta
" class="wp-image-3602 webpexpress-processed">
Galeria Marilá Dardot, Rizoma Arquitetura, 2011. Foto: Pedro Motta.

Marilá Dardot teve a sua formação inicial em comunicação social na Universidade Federal de Minas Gerais, e cursou artes plásticas na Escola Guignard (Belo Horizonte), entre os anos de 1997 a 1999. A sua produção lida constantemente com a linguagem e a literatura, reúne vídeos, fotografias, gravuras, esculturas, pinturas, ações, instalações e site-specifics. Alguns trabalhos trazem no título referência a autores e obras literárias e filosóficas, enquanto outros usam a forma do livro e a construção de espaços como bibliotecas, com acesso ao público.

Há ainda obras que partem de coleções de frases e palavras que a artista mantém ao longo dos anos. Entre as suas exposições mais importantes estão participações na Bienal de São Paulo e na Bienal de Havana (Cuba).

Hoje