Lygia Pape - Inhotim

Seja

Amigo

Lygia Pape

Nova Friburgo, Brasil, 1927 – Rio de Janeiro, Brasil, 2004

Obra Ttéia 1 C, 2002, de Lygia Pape. Acervo de arte contemporânea do Inhotim
Lygia Pape, Ttéia 1 C, 2002. Foto: William Gomes
Galeria Lygia Pape Inhotim
Galeria Lygia Pape, Rizoma Arquitetura, 2012. Foto: Eduardo Eckenfels.

Lygia Pape começou a sua formação no MAM – Museu de Arte Moderna do Rio de Janeiro, tendo aulas com os gravadores Ivan Serpa e Fayga Ostrower. Esteve envolvida na criação do Grupo Frente (1954) e do Movimento Neoconcreto (1959), importantes eventos de renovação da arte contemporânea no Brasil. Pape desenvolveu trabalhos que buscam fugir dos limites tradicionais da arte, considerando não só o uso de materiais comuns a esse campo, mas também o espaço fora dos museus e a participação do espectador.

Em Caixa de baratas (1967), a artista expôs literalmente uma caixa de acrílico com baratas, e em Divisor (1968), propôs uma performance no espaço público contando com a participação de dezenas de pessoas. Em sua trajetória, destaca-se a retrospectiva póstuma Espaços Imantados (2011-2012), apresentada no Museo Nacional Centro de Arte Reina Sofía (Espanha), na Serpentine Gallery (Inglaterra) e na Pinacoteca do Estado de São Paulo

Hoje

Filtros