Carlos Garaicoa - Inhotim

Seja

Amigo

Carlos Garaicoa

Havana, Cuba, 1967 vive em Havana e Madrid, Espanha

Obra Ahora Juguemos a Desaparecer (II), 2002, de Carlos Garaicoa. Acervo de arte contemporânea do Inhotim.
Carlos Garaicoa, Ahora Juguemos a Desaparecer (II), 2002, [detalhe]. Foto: William Gomes

Carlos Garaicoa estudou termodinâmica e pintura no Instituto Superior de Arte, em Havana (1989-1994). Nos anos 1990, sua produção começou a se destacar internacionalmente, dado o interesse de incorporar nas suas obras “técnicas artesanais”, como a carpintaria. Outra marca de seus trabalhos é a abordagem multidisciplinar para tratar de questões de cultura e política, particularmente cubanas, por meio do estudo da arquitetura, urbanismo e história. Nas últimas décadas, o artista realizou exposições em grandes instituições estrangeiras, como o Museum of Contemporary Art (Los Angeles), o Solomon R. Guggenheim Museum (Nova York) e a Tate Modern (Londres).

Obra Ahora Juguemos a Desaparecer (II), 2002, de Carlos Garaicoa. Acervo de arte contemporânea do Inhotim.
Carlos Garaicoa, Ahora Juguemos a Desaparecer (II), 2002. Foto: William Gomes

Hoje

Filtros