Tunga - Inhotim

Seja

Amigo

Tunga

Palmares, Brasil, 1952 – Rio de Janeiro, Brasil, 2016

Galeria True Rouge dedicada ao trabalho homônimo de 1997, de  Tunga. Acervo de arte contemporânea do Inhotim.
Tunga, True Rouge, 1997, [detalhe]. Foto: Carol Reis
Obra Deleite, 1999, de Tunga. Acervo de arte contemporânea do Inhotim.
Tunga, Deleite,1999. Foto: William Gomes

A vasta produção de Tunga reúne fotografias, esculturas, desenhos, vídeos e performances e faz referência a diferentes áreas do conhecimento, como literatura, psicanálise e ciência. Materiais como ímãs, vidro, feltro e borracha, além de ossos e fluidos foram usados não só por suas características físicas, mas também por seus aspectos simbólicos e referências históricas. 

As “instaurações”, termo criado pelo artista para designar trabalhos construídos por ações performáticas, permeiam grande parte de sua obra. Tunga foi o primeiro artista contemporâneo a expor no Musée du Louvre, em Paris (França, 2005). Entre suas principais exposições também estão as bienais de São Paulo (Brasil), Veneza (Itália), Havana (Cuba) e Documenta de Kassel (Alemanha).

Galeria Psicoativa Tunga Inhotim
Galeria Psicoativa, Rizoma Arquitetura, 2012. Foto: Daniel Mansur

Hoje

Filtros