Abre a porta e Rodoviária de Brumadinho - Inhotim

Seja

Amigo

Abre a porta e Rodoviária de Brumadinho

Tinta automotiva sobre fibra de vidro

John Ahearn & Rigoberto Torres, Rodoviária de Brumadinho, 2005, tinta automotiva sobre fibra de vidro, 530x1500x20 cm. Foto: William Gomes

John Ahearn & Rigoberto Torres, Abre a porta, 2006, tinta automotiva sobre fibra de vidro, 530x1500x20cm, Foto: Eduardo Eckenfels.

As obras de John Ahearn e Rigoberto Torres retratam os costumes e as tradições de comunidades próximas ao Instituto Inhotim. Tanto Abre a porta (2006)quanto Rodoviária de Brumadinho (2005)são resultado de um longo processo de imersão da dupla no cotidiano de Brumadinho. No primeiro mural, vemos a representação de um cortejo religioso de matriz africana, formada por integrantes dos grupos locais de Congado e Moçambique. O segundo mural representa a estação rodoviária da cidade, que além de ser um terminal, também é um espaço de convívio: os artistas locais se apresentam e as pessoas dançam ao som do forró, tradicional dança brasileira. 

Hoje