Sem categoria Leitura: 3 min

Inhotim, um ambiente educador

Inhotim, um ambiente educador

Com a proposta de ampliar o acesso dos profissionais da educação formal aos acervos do Instituto, a partir de hoje, 14/04, educadores terão meia entrada garantida no Inhotim. Para  usufruir do benefício, o professor deve apresentar, no ato da aquisição da entrada, um comprovante de vínculo empregatício com alguma instituição formal de ensino, como crachá ou contracheque.

Muito além de um ambiente de contemplação da natureza e de exposição de um importante acervo artístico, o Instituto é também uma referência em desenvolvimento de projetos educativos. Desde 2006, quando passou a receber visitação livre, o  Inhotim desenvolve programas que seguem ampliando as fronteiras do conhecimento de estudantes e professores e ainda incentiva novas possibilidades de aprendizado, tendo a arte e a botânica como pano de fundo.

Por meio de parcerias com secretarias municipais e a Secretaria Estadual de Educação é que programas importantes como Descentralizando o Acesso, Derivar e recebimento do Escola Integrada, da Secretaria Municipal de Educação de Belo Horizonte, acontecem. Eles oferecem ao educador a oportunidade de ampliar o conhecimento e desdobrar conceitos da contemporaneidade na sala de aula, em atividades interdisciplinares ou em visitas às galerias e jardins do Inhotim.

Para a Gerente de Educação do Instituto, Maria Eugenia Salcedo, essa relação com o professor para a construção coletiva da educação não é uma novidade no Inhotim. “Aqui, temos o educador como um parceiro, em uma atitude já consolidada de construir, juntos, novas possibilidades de conhecimento”, avalia. “O Inhotim dialoga com os agentes que fazem parte da ponta do processo educacional, que é a escola. Isso resulta em uma relação de parceria entre o Instituto e o educador”, acrescenta.



voltar
  • Twitter
  • Facebook
  • Google +