• EN
  • 01 de julho de 2016

    Redação Inhotim


    artebotânicaeducaçãoinhotimprogramação cultural

    Leitura: 5 min

    Aprendendo divertidamente – Colônia de Férias Pequenos Propositores

    Aprendendo divertidamente – Colônia de Férias Pequenos Propositores

    Com muita alegria e diversão, a Colônia de Férias Pequenos Propositores propõe atividades em período integral para crianças de 6 a 11 anos a partir do dia 16 de julho. O grupo será convidado a experimentar diversas possibilidades de visitação, de forma lúdica, percebendo que, para conhecer o Inhotim, é preciso olhar de longe e olhar de perto, dialogando corporalmente, descobrindo novas formas de sentir os acervos artístico e botânico a partir de temáticas transversais.

    Enquanto os responsáveis visitam Inhotim, as crianças, acompanhadas pelos educadores do Instituto, realizam uma visita que inclui atividades práticas, tendo como objetivo produzir diferentes significados sobre os acervos artístico, botânico e histórico-cultural do Instituto. A Colônia pretende construir estratégias pedagógicas não formais para a promoção da autonomia e o exercício da criatividade a partir de conceitos em educação ambiental, arte contemporânea, memória e patrimônio e através do aprendizado coletivo.

    Na parte da manhã, as crianças participantes da Colônia são convidadas a conhecer os acervos botânico, artístico e histórico-cultural do Inhotim a partir do laboratório de bolso, uma das principais ferramentas para ativar a mediação da visita.  Os materiais inseridos na bolsa são práticos e propositivos e a escolha destes está relacionada à experimentação e apropriação de jardins e galerias, fazendo com que o grupo saiba mais sobre a história do Instituto, de forma divertida. Nesse momento, as crianças experimentam diversas possibilidades de visitação, tendo cada dia um tema diferente como foco.

    Na parte da tarde, a partir das experiências de visitação, as crianças são instigadas a propor experimentações a partir de atividades práticas com educadores do Instituto, colocando em ação o que aprenderam e relacionando o que foi visto no período da manhã de maneira lúdica e livre.

    Confira a programação:

    Quinta-feira: Brincando com a Diversidade
    Muitas pessoas dizem que o Inhotim é um mundo a parte, mas na verdade ele é um pouquinho de cada canto do mundo, expresso em seu acervo artístico, histórico-cultural e botânico. Convidamos as crianças a descobrirem e se encantarem com a diversidade presente nos acervos, através de jogos, brincadeiras e muita diversão!

    Sexta-feira: Descobrindo a Natureza
    Em um dia de muita aventura e descobertas, os pequenos serão incentivados, a partir do exercício da criatividade, a desbravar a natureza do Inhotim: presente nos jardins e na arte além de refletir sobre a temática ambiental.

    Sábado: Explorando os Sentidos
    As crianças serão convidadas, a partir dos acervos do Instituto, a inventar novas maneiras de sentir, aproximando o mundo que já conhecem com este novo território: o Inhotim. E a partir destas descobertas, vão criar, experimentar e o mais importante: brincar muito!

    Domingo: Investigando o Tempo
    Como explicar a uma criança sobre o tempo? O tempo das plantas e de cada ser vivo pode ser compreendido de diversas maneiras. A atividade propõe buscar perguntas e respostas sobre o tempo livremente, transitando entre arte e meio ambiente nos espaços do Inhotim.

    Quando: 16 a 31 de julho; sempre de quinta a domingo
    Faixa etária: 6 a 8 anos (grupo 1); 09 a 11 anos (grupo 2)
    Horário: 9h30 às 16h
    Local de encontro: acolhimento dos grupos na Recepção
    Inscrições: 3571-9796 / 3571-9783 / 99737-6366 // escolas@oturi.com.br
    Valor: R$ 170,00 – para uma criança e um dia
    R$ 300,00 – para irmãos e para dois dias
    Incluem: entrada no Inhotim, lanche de boas-vindas, almoço e lanche da tarde

    comente

    • Twitter
    • Facebook
    • Google +
    31 de maio de 2016

    Redação Inhotim


    botânicainhotimmeio ambienteprogramação culturalvisita

    Leitura: 8 min

    Inauguração do Largo das Orquídeas dá início a 12ª Semana do Meio Ambiente no Inhotim

    Inauguração do Largo das Orquídeas dá início a 12ª Semana do Meio Ambiente no Inhotim

    A 12ª  Semana do Meio Ambiente do Inhotim começa na próxima sexta-feira, 3 de junho, e tem atividades até domingo, 12.  A programação propõe uma reflexão sobre a importância dos jardins botânicos na conservação da biodiversidade e no combate à degradação ambiental no planeta. Este ano, a grande atração é a inauguração de um novo jardim temático no Instituto, desta vez dedicado às orquídeas da espécie Cattleya walkeriana.
    Cerca de 17 mil exemplares foram  implantadas em janeiro nas palmeiras entre as Galerias Fonte e Cildo Meireles e começam a florir.

    Em aproximadamente 130ha de área de visitação, o Inhotim reafirma seu compromisso com as questões ambientais também reveladas no paisagismo. Os jardins do Inhotim e a singularidade do paisagismo do Instituto empreendem possibilidades estéticas a partir da sua relevante coleção botânica de aproximadamente 4.500 espécies e variedades, que vão além da contemplação. Como forma de valorizar e aproveitar esses espaços, no começo de junho acontece no Instituto o 2º Curso de Paisagismo com o especialista no assunto Raul Cânovas em parceria com o engenheiro agrônomo do Inhotim Juliano Borin. Serão três dias de imersão nos jardins do Parque, aprendendo técnicas e conceitos importantes para a montagem de um lugar de cultivo.

    Atividades gratuitas também serão oferecidas aos visitantes. Para conhecer mais sobre o trabalho realizado nos jardins do Parque, uma visita temática relaciona biodiversidade e conservação. No Espaço Ciência, montado no Centro de Educação e Cultura Burle Marx, os mediadores do Inhotim conversam com o público sobre as características das orquídeas. Essas plantas poderão ser vistas também no Epifitário, localizado no Viveiro Educador, que fica aberto à visitação especialmente na quinta-feira, 9. Já as espécies suculentas presentes no Jardim Desértico serão tema de uma oficina que acontece nos dias 7 e 9 de junho, uma oportunidade de discutir ideias de interações ecológicas e consumo consciente, além de aprender sobre o plantio de uma muda, que o participante poderá levar para casa.

    Para o diretor de Jardim Botânico do Inhotim, Lucas Sigefredo, a Semana do Meio Ambiente já é uma programação tradicional do Inhotim e reforça o papel do Instituto na preservação ambiental. “Por meio de nossas atividades educativas, incentivamos o público a ter um papel mais ativo no mundo. Além disso, alinhamos nossa agenda de conservação da natureza com os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável da ONU manifestados pelos números 13 [Ação contra a mudança global do clima] e 15 [Vida terrestre]”, explica Sigefredo.

    Confira a programação completa abaixo:

    2º Curso de Paisagismo do Inhotim, com Raul Cânovas e Juliano Borin

    O curso é realizado ao longo de três dias, com aulas no Espaço Igrejinha e passeios mediados pelos jardins. Fundamentos do paisagismo tropical e de sua flora são os temas centrais do curso, com o paisagista Raul Cânovas e o engenheiro agrônomo do Inhotim, Juliano Borin.

    Quando: de sexta-feira a domingo, 3 a 5 de junho
    Horário: de 9h30 às 16h30 (sexta) e de 9h30 as 17h30 (sábado e domingo)
    Local: aulas no Espaço Igrejinha e visitas aos jardins do Parque
    Valor: R$ 660 por pessoa. Estudantes, maiores de 60 anos, integrantes da Associação Nacional de Paisagismo e Amigos do Inhotim têm desconto.
    Inscrições até quinta-feira, 2, pelo site: www.jardimcor.com/inhotim/

    Inauguração oficial do Largo das Orquídeas
    Novo espaço temático do Inhotim, possui cerca de 17 mil orquídeas da espécie Cattleya walkeriana, nativa de Minas Gerais, São Paulo e Goiás e típicas do Cerrado. Usada em ornamentação de jardins, a flor possui alto valor no mercado devido a características como cor e simetria.As flores foram doadas ao Inhotim por meio de uma parceria firmada com a Orchid Brazil, empresa especializada em orquídeas raras e melhoradas geneticamente que é a fornecedora oficial de orquídeas do Inhotim.

    Quando: domingo, 5 de junho
    Horário: 11h
    Local: Largo das Orquídeas, entre as Galerias Cildo Meireles e Fonte

     Visita Temática “Biodiversidade e Conservação: o paisagismo como agente de sensibilização”
    Uma oportunidade para conhecer o paisagismo do Instituto e as ações de preservação das espécies, a partir de um percurso definido pelos mediadores.

    Quando: 4, 5, 8, 11 e 12 de junho
    Horário: 10h30
    Onde: saída da Recepção
    25 vagas; inscrição gratuita para visitantes no local.

     Espaço Ciência – Orquídeas
    Mediadores conversam com o público sobre as características das orquídeas e o modo de vida dessas flores na natureza.

    Quando: de 4 a 12 de junho
    Horário: de 10h às 16h (de terça à sexta-feira) e de 10h às 17h (sábados e domingos)
    Onde: Estação Educativa, no Centro de Educação e Cultura Burle Marx
    Atividade gratuita, não há necessidade de inscrição.

    Oficina de Mini-jardim: suculentas
    Na atividade, mediadores conversam com os visitantes sobre as suculentas, espécies presentes no Jardim Desértico. Além de aprender a fazer um mini-jardim, o visitante pode levá-lo para casa.

    Quando: 07 e 09 de junho
    Horário: 14h às 16h
    Onde: Saída da Recepção; a oficina será no Viveiro Educador
    25 vagas; inscrição gratuita na Recepção a partir de 13h30

    Jogo Descobrindo as Orquídeas
    Descubra os segredos e as características das orquídeas, por meio de um jogo de perguntas e respostas.

    Quando: 08 e 10 de junho
    Horário: 14h às 16h
    Onde: Tamboril
    Atividade gratuita, não há necessidade de inscrição.

    Visita ao Epifitário
    O engenheiro agrônomo do Inhotim, Juliano Borin, realiza visita mediada na Epifitário, localizado no Viveiro Educador. O local abriga plantas nativas e exóticas, além de orquídeas.

    Quando: 9 de junho (quinta-feira)
    Horário: 10h30
    Onde: saída da Recepção
    25 vagas; inscrição gratuita na Recepção a partir de 10h.

    comente

    • Twitter
    • Facebook
    • Google +
    25 de maio de 2016

    Redação Inhotim


    amigos do inhotimapoiarImposto de rendainhotim

    Leitura: 4 min

    Destine parte do seu imposto de renda para nossa manutenção e se torne um Amigo do Inhotim

    O custo de adesão aos Amigos do Inhotim pode ser deduzido do imposto de renda. Ao efetivar sua participação, o Amigo recebe um recibo de mecenato com todos os dados que devem constar em sua declaração anual.

    Leia abaixo as dúvidas frequentes sobre como deduzir do seu I.R. o valor doado para o Programa Amigos do Inhotim. Caso a sua dúvida não seja esclarecida, entre em contato: +55 31 3194 7329 ou amigos@inhotim.org.br.

    O que é o benefício fiscal de Incentivo à cultura?

    Com o objetivo de incentivar as atividades culturais, a União faculta às pessoas físicas a opção pela aplicação de parcelas do Imposto sobre a Renda a título de doações, para apoio direto a projetos culturais apresentados por pessoas físicas ou por pessoas jurídicas de natureza cultural, de caráter privado. Os contribuintes poderão deduzir do imposto de renda devido as quantias efetivamente despendidas nos projetos previamente aprovados pelo Ministério da Cultura, nos limites e condições estabelecidos na legislação do imposto de renda vigente, na forma de doações e patrocínios.

    Dessa forma, nos termos do artigo 18 da Lei de Incentivo à Cultura (Lei 8.313/91), o Plano Anual de Atividades e Manutenção do Instituto Inhotim, aprovado pelo PRONAC (Programa Nacional de Apoio à Cultura), permite que pessoas físicas direcionem parte do seu Imposto de Renda devido para manutenção deste projeto cultural.

    Existe um limite de doação com dedução no Imposto de Renda?

    Sim, para pessoas físicas o limite de dedução é de 6% do imposto apurado. E o valor da doação poderá ser deduzido na declaração de ajuste anual do exercício financeiro subsequente ao da doação. Por exemplo, se você paga R$3.000,00 de IR por ano, R$180,00 podem ser doados e abatidos integralmente no momento da declaração.

    O valor que ultrapassar o limite de dedutibilidade mencionado não pode ser deduzido nas declarações posteriores, inclusive no caso de projetos culturais de execução plurianual.

    Qualquer pessoa pode doar e deduzir do Imposto de Renda?

    A dedução fiscal não poderá ser realizada para doações realizadas por dirigentes do Inhotim, bem como de empresas associadas ao Instituto, e seus parentes até terceiro grau, nos termos do art. 27 da Lei de Incentivo. Todas as demais pessoas físicas podem ser incentivadoras do Inhotim.

    Após a doação, eu vou receber algum comprovante?

    A partir da confirmação do pagamento, o Instituto Inhotim emitirá o recibo de mecenato que será enviado ao doador para as devidas comprovações junto à Receita Federal. O doador deverá guardar este recibo à disposição da Secretaria da Receita Federal do Brasil.

    Venha fazer parte!

    Ao apoiar o Inhotim você decide para onde vai o seu Imposto de Renda destinado à Cultura e fomenta o impacto social, econômico e cultural do Instituto. Além de tudo isso, você ainda tem benefícios exclusivos e pode vivenciar o Inhotim de um jeito muito especial. Conheça as categorias aqui e se torne um Amigo do Inhotim hoje mesmo.

    comente

    • Twitter
    • Facebook
    • Google +
    13 de maio de 2016

    Redação Inhotim


    Leitura: 4 min

    Instituto Inhotim e PNUD assinam acordo para alinhar ações de sustentabilidade

    pnud_blog1

    Como importante passo para o processo de internacionalização do Inhotim, o Instituto assinou hoje o Memorando de Entendimento em parceria com o Programa das Nações Unidas para o desenvolvimento (PNUD). O documento busca formular e implementar uma estratégia de sustentabilidade do Instituto, em alinhamento com a Agenda 2030 para o Desenvolvimento Sustentável e os Objetivos Globais. Estiveram presentes o coordenador-residente do Sistema ONU no Brasil, Niky Fabiancic, o presidente do Conselho de Administração do Instituto Inhotim, Bernardo Paz e o assessor sênior do PNUD, Haroldo Machado Filho.

    Em setembro de 2015, o PNUD aprovou a Agenda 2030 para Desenvolvimento Sustentável. O documento lista 17 objetivos a serem alcançados nos próximos 15 anos que reúnem três dimensões do desenvolvimento sustentável: econômica, ambiental e social. O foco é atingir objetivos em escala global, envolvendo também países já desenvolvidos, em busca de novos padrões de produção de consumo que eles já adotam.

    Para o Inhotim, a parceria significa o reconhecimento do trabalho que o Instituto desenvolve ao longo desses 10 anos com seus visitantes, funcionários e comunidade ao redor. Isso acontece por meio das atividades educativas, como o Laboratório Inhotim e Descentralizando o Acesso; atividades ambientais, como o processo de compostagem realizado diariamente; além de parcerias que contemplam estratégias de sensibilização global para os problemas da mudança climática, como a firmada com o BID em 2015.

    Durante a cerimônia, Haroldo diz ter visto no Inhotim uma aderência do que é feito no Instituto “de forma prática e concreta” a tudo que a agenda contempla. “ Tenho certeza que essas duas instituições, quando se aproximam, têm muito a contribuir mostrando exemplos concretos de desenvolvimento humano e sustentável”, afirmou.

    Nick também falou das ótimas expectativas dessa parceria para o alcance de resultados positivos. “Temos a intenção de promover um debate qualificado acerca dos desafios para o alcance do desenvolvimento sustentável, erradicação da pobreza sobretudo no entorno do Instituto, com possibilidade inclusiva de realizar conjuntamente eventos que estimulem a reflexão e produção de conhecimento sobre esses temas listados na Agenda”, completou. Para Bernardo Paz, o memorando significa a oportunidade de se criar uma nova era. “Nós começamos a viver esta era há 10 anos atrás: com a beleza, com os jardins, com a arte e com a educação”, disse.

    Pnud_2

    (da esq. para dir.) Raquel Novais, Diretora Executiva Adjunta do Inhotim, Bernardo Paz, Presidente do Conselho de Administração do Inhotim, Niky Fabiancic, Coordenador-residente do Sistema ONU no Brasil e representante-residente do PNUD, Antonio Grassi, Diretor Executivo do Inhotim e Haroldo Machado Filho, Assessor Sênior do PNUD.

    comente

    • Twitter
    • Facebook
    • Google +
    03 de maio de 2016

    Redação Inhotim


    Leitura: 2 min

    Mudanças nos pontos de alimentação do Inhotim

    Mudanças nos pontos de alimentação do Inhotim

    A partir deste sábado (30 de abril), o Restaurante Oiticica abre todos os dias de visitação. Além dessa alteração, a abertura das lanchonetes também varia de acordo com dias de funcionamento normal e dias com fluxos maiores, como feriados e férias escolares.

    Seguem os horários e dias de abertura:
    Restaurante Tamboril
    Funcionamento todos os dias de abertura do Parque.

    Terça a Sexta
    12 ás 16h
    Sábados, Domingos e Feriados
    12h ás 17h

    Restaurante Oiticica
    Aos fins de semana, feriados e quartas-feiras, bufê a R$ 22,00 por pessoa, permitindo o cliente se servir somente uma vez. Às terças, quintas e sextas, é servido o prato do dia.

    Terças, quintas e sextas – (Prato do dia – R$ 22,00 por pessoa – bebidas não inclusas)
    12h às 16h
    Quartas, Sábados, domingos e feriados (Bufê R$ 22 por pessoa – bebidas não inclusas)
    Quarta – 12h às 16h
    Sábado, Domingo e Feriado – 12h às 17h

    Lanchonetes (a partir de terça-feira, 3 de Maio)
    De terça a sexta: Café do Teatro, Estacionamento e Recepção
    Sábado e domingo: Café do Teatro,  Miguel Rio Branco, Palm Pavilion, Recepção e True Ruge.

    Feriados e férias escolares: Além dos pontos citados acima, ficam abertos Fonte, Galpão, Igrejinha e Rivane.

    Horários das lanchonetes:
    Dias úteis: 9h30 às 16h
    Fins de semana e feriados:
    Café do Teatro, True Ruge: 9h30 às 17h
    Miguel Rio Branco e Palm Pavilion: 10h às 16h
    Estacionamento e Recepção: 9h30 às 17h30

    comente

    • Twitter
    • Facebook
    • Google +