A Galeria Claudia Andujar reúne um acervo de mais de 500 fotografias selecionadas no arquivo da artista e conta a história de seu longo envolvimento com a Amazônia brasileira e o povo indígena Yanomami, habitantes dos Estados de Roraima e Amazonas, na região próxima à fronteira com a Venezuela. Divididos por blocos, numa galeria permanente projetada para este fim, três temas organizam a exposição das imagens. Em “A terra”, estão reunidas fotografias de paisagem feitas em diferentes porções do território amazônico; em “O homem”, a vida tradicional dos Yanomami é registrada, com ênfase nos rituais xamânicos, no cotidiano, na casa e na floresta e num conjunto de retratos; e em “O conflito”, vemos diversas frentes de contato dos Yanomami com os brancos, processo que levou ao engajamento da artista na luta pelos direitos dos povos indígenas. O trabalho de Andujar conjuga a fotografia autoral com o aprendizado da cultura indígena e o ativismo humanitário e político. A seleção das imagens é resultado de um processo de pesquisa e curadoria entre a instituição e a artista que durou cinco anos. Grande parte das imagens apresentadas é inédita e foi selecionada, organizada e impressa pela primeira vez para a exposição inaugural da Galeria.