• EN
  • 18 de janeiro de 2018

    Redação Inhotim


    febre amarelaimprensa

    Leitura: 4 min

    Inhotim adota mais uma medida preventiva contra a febre amarela

    Inhotim adota mais uma medida preventiva contra a febre amarela

    A partir desta terça-feira, 23 de janeiro, todos os visitantes devem apresentar o cartão de vacinação ao entrar no Inhotim, a fim de comprovar que se imunizaram contra a febre amarela há no mínimo dez dias. A medida é mais uma ação preventiva que o Instituto adota, em parceria com a Secretaria de Estado de Saúde de Minas Gerais, para conscientizar os visitantes sobre a importância de se vacinar contra a doença. O Inhotim já oferece aos visitantes repelentes, dispostos em locais estratégicos do Museu, como Recepção, Estação Educativa e pontos de alimentação.

    O Instituto informa que não foi identificado nenhum caso de febre amarela no Inhotim e que continua tomando todas as medidas preventivas necessárias para combater a doença. Desde meados do ano passado, quando foram registrados os primeiros casos em Minas Gerais, o Inhotim vem adotando uma série de ações.

    O Inhotim realizou campanha de vacinação e divulgação de informações para funcionários. Além disso, o Instituto faz o monitoramento diário de animais.

    A conferência individual do cartão de vacinação será realizada no estacionamento do Parque. Apenas os visitantes vacinados contra a febre amarela ao menos dez dias antes da visita terão acesso ao interior do Instituto.

    O Inhotim continua funcionando normalmente: de terça a sexta-feira, das 9h30 às 16h30, e aos fins de semana e feriados, das 9h30 às 17h30. O valor da entrada (inteira) é R$ 44 e pode ser adquirida pelo site: inhotim.org.br/visite/ingresso.

    Inhotim adopts one more preventive measure to fight the yellow fever
    As of Tuesday, visitors are required to show their immunization records to enter the park

    As of this coming Tuesday, January 23, all visitors must show their vaccination card  in order to be granted access to the park, proving they had been immunized against the yellow fever at least ten days prior to their visit.  This is yet another preventive action taken by the Institute, in partnership with the Health Department in the state of Minas Gerias, to raise awareness among visitors for how important it is to get immunized against the disease.  For a while now, Inhotim has been making insect repellent available to visitors at strategic locations such as the Reception, Education Center, snack bars, cafes and restaurants.

    The Institute states that no episode of the yellow fever has been identified at Inhotim, and that all the necessary preventive actions are currently being taken to fight the disease.  Since mid-2017 when the first episodes were identified in Minas Gerais, Inhotim has been taking a number of actions.

    Inhotim carried out an immunization campaign to provide vaccines and information to its employees.  In addition, the Institute monitors animals on a daily basis.

    Immunization records/vaccination cards will be individually checked upon arrival at the parking lot.  Only visitors who have been immunized against the yellow fever at least ten days prior to their visit to the Institute will be granted access to the Park.

    Opening hours have remained unchanged: Tuesday to Friday, from 9:30 AM to 4:30 PM; weekends and holidays, from 9:30 AM to 5:30 AM. The (full price) admission fee is BRL 44 and tickets can be purchased at inhotim.org.br/visite/ingresso.

    comente

    • Twitter
    • Facebook
    • Google +
    05 de janeiro de 2018

    Redação Inhotim


    Leitura: 1 min

    Nota para a imprensa

    O Inhotim comunica que não foi identificado nenhum caso de febre amarela no Instituto e que está tomando todas as medidas preventivas necessárias para combater a doença. Desde meados do ano passado, quando foram registrados os primeiros casos em Minas Gerais, o Inhotim está atento e vem adotando uma série de ações.

    Em parceria com a Secretaria de Saúde e Vigilância Sanitária de Brumadinho, o Instituto realizou campanha de vacinação e divulgação de informações para funcionários. Além disso, o Instituto tem uma equipe que faz o monitoramento diário de animais. Até o momento, não foi identificado nenhum caso de contaminação. Também não foi identificado no Museu nenhum mosquito transmissor pela equipe de zoonose de Brumadinho. Nos próximos dias, o Inhotim disponibilizará repelente para os visitantes.

    comente

    • Twitter
    • Facebook
    • Google +
    28 de novembro de 2017

    Redação Inhotim


    Leitura: 2 min

    Ricardo Gazel é o novo presidente do Conselho de Administração do Inhotim

    Ricardo Gazel é o novo presidente do Conselho de Administração do Inhotim

    O Conselho de Administração do Instituto Inhotim referendou nesta segunda-feira, 27 de novembro, o economista Ricardo Gazel como seu novo presidente. Ele substitui o empresário e idealizador do Inhotim, Bernardo Paz, que comunicou seu afastamento, por prazo indeterminado, da presidência do Conselho.

    Doutor em Economia, Ricardo Gazel já havia ocupado o cargo de diretor Executivo do Inhotim, de setembro de 2012 a novembro de 2013. Ele foi professor e diretor-adjunto na Universidade de Nevada (EUA); economista sênior para Angola e Moçambique pelo Banco Mundial; economista líder de projetos, chefe de assessoria econômica e especialista líder em Modernização do Estado do Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID) e economista sênior do Federal Reserve do Banco Central dos Estados Unidos (FED).

    Em seu retorno ao Inhotim, Gazel diz ter a certeza de que o Instituto continuará crescendo e cumprindo seus deveres com a sociedade e seus parceiros na busca incessante pelo desenvolvimento humano por meio da arte e botânica.

    “É uma honra estar de volta ao Inhotim. Ao mesmo tempo, é um grande desafio ocupar o lugar de Bernardo Paz, um homem brilhante que dedicou a vida para materializar seu sonho e transformar a vida das pessoas. Uma figura de extrema sensibilidade, que nos presenteou com esse espaço que é patrimônio de todos. Farei tudo o que estiver a meu alcance, junto com os membros do Conselho, diretores e toda a equipe do Instituto, para que o Inhotim continue sendo esse exemplo”, complementou.

    comente

    • Twitter
    • Facebook
    • Google +
    25 de outubro de 2017

    Redação Inhotim


    Leitura: 6 min

    Seminário Internacional sobre Mudança Climática e Biodiversidade

    Seminário Internacional sobre Mudança Climática e Biodiversidade

    O Instituto Inhotim realiza o Seminário Internacional Mudança Climática e Biodiversidade: Ideias e Atitudes que Fazem Diferença, que acontece entre os dias 29 de novembro e 1º de dezembro no Inhotim.

    Serão três dias de uma programação imperdível, que conta com a presença de grandes nomes nacionais e internacionais em palestras e painéis de discussão acerca de uma das principais ameaças à biodiversidade: a mudança climática. Sir Ghillean Prance, botânico consultor do Kew Garden e Eden Project (UK); Ernst Gotsch, geneticista, agricultor e pesquisador, criador do conjunto de princípios e técnicas que compõem a Agricultura Sintrópica; Harri Lorenzi, engenheiro agrônomo e botânico idealizador do Jardim Botânico Plantarum (SP); Thelma Krug, vice-presidente do Painel Intergovernamental sobre Mudança do Clima (IPCC); Thomas Lovejoy, membro sênior da ONU e professor do departamento de Ciência e Política Ambiental da Universidade George Mason (videoconferência); Germano Luiz Gomes Vieira, secretário-adjunto de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável do Estado de Minas Gerais; Sandra Paulsen, técnica de planejamento e pesquisa do Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (IPEA); e Everton Lucero, secretário de Mudança do Clima e Florestas do Ministério do Meio Ambiente, são alguns dos palestrantes que participarão do evento.

    O Seminário Internacional recebe agentes do setor público, da iniciativa privada e da sociedade civil, estudantes, pesquisadores e gestores ambientais para refletir e debater sobre os desafios para a conservação da biodiversidade e o combate à mudança climática. Percebendo a importância de sensibilizar o público em relação à sua contribuição individual e coletiva para a conservação ambiental, o evento pretende apresentar ideais e ações inspiradoras que contribuem para o desenvolvimento sustentável.

    Confira abaixo a programação completa:

    29/11

    CREDENCIAMENTO (A partir das 9h30)
    VISITA AO INHOTIM (09h30 às 14h30)
    Incluindo visitas mediadas exclusivas de 10h30 às 12h30
    APRESENTAÇÃO DE O GRIVO (14h30 às 15h)
    ABERTURA (15h às 15h30)
    Antonio Grassi – Instituto Inhotim
    Helvécio Miranda Magalhães – Secretaria de Estado de Planejamento de Minas Gerais
    Daniel Hilário – Secretaria de Meio Ambiente de Brumadinho
    PALESTRA MAGNA (15h30 às 17h)
    Prof. Sir Ghillean Prance – Eden Project

    30/11

    PAINEL 1 (10h30 às 13h) – “Mudança Climática, biodiversidade, capital natural e os esforços dos jardins botânicos e instituições congênres”
    Este encontro vai evidenciar a necessidade de conservação da biodiversidade com foco nas plantas, para a redução dos impactos da mudança climática, e discutir os serviços ambientais prestados pela natureza, assim como evidenciar o importante papel desempenhado por um jardim botânico no âmbito da pesquisa, conservação e manutenção de recurso genético e educação.
    Harri Lorenzi – Jardim Botânico Plantarum (SP)
    Carlos Cordero Vargas – Jardim Botânico do Centro Agronômico Tropical de Pesquisa e Educação (Costa Rica)
    Lucas Sigefredo – Jardim Botânico Inhotim (MG)
    Renato Crespo – Jardim Botânico do Rio de Janeiro
    Moderador: Fábio Scarano – Fundação Brasileira para o Desenvolvimento Sustentável

    PAINEL 2 (14h30 às 17h) – “Mudança Climática, biodiversidade, capital natural e os esforços dos jardins botânicos e instituições congêneres”
    Os painelistas convidados vão apresentar experiências de distintos atores do setor privado que contribuem para a adaptação climática, como as soluções locais para a minimização dos efeitos adversos da mudança climática.
    Ernst Götsch, criador da agricultura sintrópica
    Aline Tristão, FSC
    Rogério Basso, BID Invest
    Moderador: André Costa Nahur, WWF Brasil

    01/12
    PAINEL 3 (10h30 às 13h) – “Interface entre ciência, tecnologia e tomada de decisão pública e privada para o combate à mudança climática”
    Os participantes vão abordar o papel da ciência nos processos de tomada de decisão dos setores público e privado para o combate à mudança climática
    Thomas Lovejoy, FNU [por videoconferência]
    Prof. Sir Ghillean Prance – Eden Projetc
    Thelma Krug – IPCC
    Dra. Julia Knihgts – Diretora de Ciência e Inovação do Reino Unido para a America Latina (Argentina, Brasil e Chile)
    Rodrigo Ferreira – Plantar Carbon
    Moderador: Haroldo de Oliveira Machado Filho, PNUD

    PAINEL 4 (14h30 às 17h) – “Setor público como promotor do desenvolvimento sustentável”
    Neste encontro, os convidados compartilham experiências construídas nas distintas esferas de Estado para a promoção do desenvolvimento sustentável
    Germano Luiz Gomes – secretário adjunto de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável do Estado de Minas Gerais
    Sandra Paulsen – IPEA
    Adriano Santhiago de Oliveira – Ministério do Meio Ambiente
    Moderador: José Carlos Carvalho – Instituto Inhotim

    ENCERRAMENTO (17h30 às 17h10)
    Antonio Grassi – Instituto Inhotim
    APRESENTAÇÃO DA ESCOLA DE CORDAS (17h10)
    COQUETEL DE ENCERRAMENTO (17h30 às 18h10)

    comente

    • Twitter
    • Facebook
    • Google +
    05 de julho de 2017

    Redação Inhotim


    experiênciasMECAInhotimvisita

    Leitura: 8 min

    Inhotim oferece programação especial durante o MECA

    Inhotim oferece programação especial durante o MECA

    O MECAInhotim acontece nesta sexta-feira (7), sábado (8) e domingo (9) com uma programação que mistura música, palestras e diversas outras experiências nos espaços do Instituto. Além dos shows de artistas nacionais e internacionais, o festival também vai contar com uma programação especial pensada pelas diferentes equipes do Inhotim, a fim de mostrar como os temas relacionados à instituição podem ser abordados de formas diferentes.

    As atividades acontecerão dentro do horário de funcionamento normal do Parque, das 9h30 às 16h30 na sexta e das 9h30 às 17h30 nos finais de semana. Logo depois, a programação noturna segue com os shows.

    Confira as experiências inéditas preparadas pelo Inhotim para o público do MECA e participe:

    SÁBADO, 08 DE JULHO

    As plantas psicoativas e a arte de Adriana Varejão e Tunga
    A visita mediada irá abordar as plantas psicoativas presentes na Galeria Adriana Varejão (G7), seus usos por populações tradicionais e na medicina atual, deslocamentos da percepção causados pela Galeria Psicoativa Tunga (G21) e a conexão das plantas nativas e exóticas do entorno com a temática. Através de uma caminhada entre as galerias e investigações em algumas de suas obras, a atividade propõe provocar a discussão sobre essas plantas que geralmente carregam conceitos e pré-conceitos, tendo como ponto de partida os acervos de arte e de botânica do Inhotim.
    Horário/Local de saída: Das 11h às 13h / destaque botânico Corifa (B12), ao lado da Galeria Adriana Varejão (G7)

    InhotimCaching: nos bastidores do Meio Ambiente
    Já pensou desvendar o Inhotim e os bastidores relacionados à Gestão Ambiental, usando o GPS do celular como ferramenta? Serão distribuídos pelo Parque diversos tipos de objetos (cachings) escondidos em locais estratégicos, que serão localizados por meio de aplicativo de geolocalização. A cada caching, os participantes vão descobrir dados e locais inusitados que podem passar despercebidos em uma visita tradicional. Cada caching conterá uma informação, elemento ou instrumento instigante, aprofundando a experiência no Inhotim.
    Horário/Local de saída:  Das 10h às 12h / Caching Ponto de Partida (indicado no APP Geocaching)

    Oficina de Minijardim: cultivo doméstico e consumo consciente
    Na oficina, os visitantes receberão noções básicas de jardinagem e dicas de plantio para produzir sua própria jardineira em casa. Serão utilizadas algumas espécies de plantas aromáticas e condimentares, que podem ser utilizadas no contexto doméstico. A oficina também estimula reflexões sobre boas práticas ambientais e consumo consciente.
    Horário/Local de saída: Das 11h às 13h / Largo das Orquídeas (J7)

    Pequenos Propositores: Atividade para crianças
    Enquanto os responsáveis visitam Inhotim e participam de outras atividades do festival, as crianças, acompanhadas pelos educadores do Instituto, realizam uma visita e práticas educativas que exercitam a criatividade e constroem significados sobre os acervos artístico, botânico e histórico-cultural do Instituto a partir do olhar dos participantes.
    Horário/Local de saída:  Das 10h às 16h / Recepção

    DOMINGO, 09 DE JULHO

    As orquídeas no paisagismo do Inhotim
    A partir da experiência como orquidófilo e monitor do Inhotim, Luan Almeida irá conduzir visita mediada sobre as orquídeas e a disposição das flores no paisagismo do Parque. Além de conhecer os espaços destinados às Cattleya walkeriana e Vandas, os participantes receberão dicas de cultivo, informações e curiosidades sobre o tema.
    Horário/Local de saída: Das 10h às 12h / Largo das Orquídeas (J7)

    Por que ainda fotografamos?
    A proposta da conversa e abordar o ato fotográfico na contemporaneidade contemplando o tempo como fator fundamental. Vamos partir do princípio de que o tempo é a unidade de medida essencial que atesta a existência humana e essa noção vem contagiando cada vez mais a ação de fotografar. Em nenhum momento da história, com os avanços técnicos das artes, nada ficou tão popular e de fácil alcance quanto a fotografia. Fotografamos, compartilhamos e, tão breve quanto o clique do ato, desaparecemos. Assim voltamos às perguntas “Por que ainda fotografamos?”, “O que nos leva ao registro e ao desaparecimento?”, “A fotografia popular que conhecemos hoje é o chamado que diz o que sobre nosso tempo?”.
    Horário/Local de saída: Das 11h às 13h / Obra de Edgard de Souza (A16)

    Missão Inhotim: um passeio com quem faz as redes sociais do Parque
    Como você retrataria o Inhotim se assumisse as redes sociais do Instituto por um dia? Nesse encontro, será feito um bate-papo itinerante pelos espaços do Parque realizado pela equipe de comunicação do Instituto. Nessa visita, o convite é para pensar e discutir a comunicação no contexto complexo da contemporaneidade, tendo o Inhotim como ponto de partida. O percurso permitirá trocas de ideias para pessoas com interesse em mídias sociais, marketing etc. que querem conhecer os processos de bastidores da comunicação do Inhotim.
    Horário/Local de saída:  Das 11h às 13h / Galeria Praça (G3)

    Horta, horto ou jardim?
    Realizado no Jardim de Todos os Sentidos (J1), no Viveiro Educador, o workshop tem como objetivo principal o ensino quanto à utilização paisagística, gastronômica e medicinal das espécies que fazem parte do Jardim Botânico Inhotim. A atividade conta também com o compartilhamento de experiências e saberes, incluindo a oportunidade dos participantes tirarem dúvidas com especialistas sobre diferentes temas relacionados ao paisagismo.
    Horário/Local de saída:  Das 11h às 13h / Jardim de Todos os Sentidos (J1)

    comente

    • Twitter
    • Facebook
    • Google +
    Página 1 de 1712345...10...Última »